Avaliação e regime de faltas em Cálculo I - agr. 1

Avaliação

  • A avaliação na época normal é por exame final, a decorrer na data que os Serviços de Gestão Académica vierem a definir para a avaliação a esta unidade curricular.
  • O exame é constituído por duas partes, cada uma cotada de 0 a 10 valores. A 1.ª parte incidirá sobre a matéria lecionada até aproximadamente meio do semestre. A 2.ª parte incidirá sobre a restante matéria.
  • Facultativamente, cada aluno pode realizar também um teste no dia 10 de novembro, incidindo sobre a matéria a constar da 1.ª parte do exame final e cotado de 0 a 10 valores. Nesse caso a cotação obtida nesse teste substituirá, se isso beneficiar o aluno, a cotação da 1.ª parte do exame final.

Classificações finais superiores a 18 valores necessitarão de confirmação através de um teste complementar.

Época de recurso

  • Os alunos que reprovarem na época normal estão, de acordo com o REUA, automaticamente inscritos na época de recurso.
  • Já os alunos aprovados em época normal e que pretendam tentar a melhoria da nota na época de recurso, têm de inscrever-se para o efeito nos Serviços de Gestão Académica.
  • O exame nesta época também é constituído por duas partes, nos mesmos moldes do exame da época normal.
  • A cotação da 2.ª parte deste exame será substituída, se isso beneficiar o aluno, pela cotação obtida na 2.ª parte do exame final, se realizado. Analogamente, a cotação da 1.ª parte do exame de recurso será substituída, se isso beneficiar o aluno, pela cotação obtida na 1.ª parte do exame final, se realizado, ou pela cotação obtida no teste facultativo, se realizado, consoante a opção que mais beneficiar o aluno.

Esquemas alternativos de avaliação

  • Em vez de os exames acima referidos serem cotados de 0 a 20 valores, podem ser cotados ou de 0 a 16 valores ou de 0 a 18 valores, sendo então os valores em falta atribuídos da seguinte maneira:
  • No caso da opção pela cotação de 0 a 16 valores, os restantes 4 valores serão atribuídos caso o aluno cumpra uma série de requisitos que serão explicados em cada turma pelo docente respetivo, mas que incluem
    • o aluno não faltar a mais do que 2 aulas,
    • manter um caderno diário com apontamentos razoavelmente completos, feitos com a caligrafia do próprio aluno, sobre a matéria teórica e prática dada em cada aula, não se admitindo fotocópias,
    • trazer esse caderno para todas as aulas em que estiver presente,
    • mesmo no caso de ter faltado, justificada ou injustificadamente, a uma aula, o dever do aluno, antes da aula seguinte, passar para o seu caderno os apontamentos em falta através de um colega que tenha estado presente,
    • manter o estudo da matéria em dia, em particular estudando a matéria de cada aula antes da aula seguinte, de modo a que possa fazer uso dela nessa aula seguinte, se for o caso,
    • demonstrar pelas respostas dadas, caso seja inquirido pelo docente durante a aula, que de facto efetuou o estudo referido,
    • realizar eventuais trabalhos de casa que venham a ser exigidos pelo docente,
    • para além de cumprir alguns requisitos de bom comportamento ou de atitude em geral, como participar e colaborar nas tarefas de cada aula e manter o telemóvel desligado durante a mesma, entre outros eventuais requisitos que cada docente explicará na sua turma.
  • No caso da opção pela cotação de 0 a 18 valores, os restantes 2 valores serão atribuídos caso o aluno cumpra a mesma série de requisitos que na opção anterior, exceto que poderá faltar até ao máximo de 4 aulas.
  • Os alunos não necessitam de escolher a opção em que se querem inserir: cada aluno começa o semestre na opção que mais o beneficia, que é a de 16+4, e transitará automaticamente para a opção 18+2 ou para a opção 20+0 à medida que for falhando os requisitos que o mantêm em cada opção.
  • Faltas menores podem dar origem a transições intermédias, como passar de 16+4 para 17+3, etc.. O docente de cada turma explicará as condições em que tal pode acontecer. Acumulação de faltas menores pode também dar origem a transição entre opções.

Regime de faltas

Aplica-se regime de faltas aos alunos de 1.ª inscrição nesta unidade curricular. Cada aluno que falte a mais do que 7 aulas fica automaticamente reprovado a Cálculo I - agr. 1, ficando impedido de se apresentar a qualquer época de exames no corrente ano letivo.

A contabilização do n.º de presenças de cada aluno nas aulas será feita a partir das presenças registadas apenas na (última) turma em que o aluno se inscreveu. O processo de inscrição em turmas (incluindo eventual troca de turmas) deve estar concluído até ao dia 25 de setembro de 2017. Os alunos de 1.ª inscrição que não se inscrevam em nenhuma turma ficam automaticamente reprovados por faltas.


Comentários:

Add a New Comment
Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 3.0 License